Canada News Updates Politics Portuguese

Corrida à Liderança no Partido Conservador – Poilievre atinge o máximo de donativos

TORONTO – Começou a contagem regressiva na corrida pela liderança do Partido Conservador. A pouco mais de dois meses para a eleição do sucessor de Erin O’Toole, chegam os dados preliminares sobre os donativos recebidos pelos candidatos à liderança da direita canadiana. Dados anunciados pelo partido, que dão uma ideia do equilíbrio de poder entre os candidatos e os equilíbrios que foram criados durante esses meses de campanha. Porém, o resultado não é inesperado. 

De fato, Pierre Poilievre, o grande favorito desde o principio, vai claramente na liderança em todas as últimas sondagens, é o candidato que obteve o maior número: em apenas três meses – Abril, Maio e Junho – o deputado eleito para Carleton viu as contribuições subirem a seu favor até $ 4.042.717. Somando os donativos recebidos por todos os outros oponentes, não é possível chegar a esse valor. O ex-premier de Quebec Jean Charest não ultrapassou $1.376.492, seguido por Leslyn Lewis com $709.061 e o agora ex-candidato Patrick Brown com $541.707. Para fechar, Roman Baber arrecadou $504.650 enquanto Scott Aitchison parou nos $363.922.

É interessante notar como o ranking dos donativos respeita perfeitamente o equilíbrio de poder e as distâncias registadas nas sondagens.

Outro dado a sublinhar e que não é totalmente perceptível nos números totais é o que se refere aos donativos particulares. Nesse caso, chega a confirmação de que o jogo para a vitória final está praticamente encerrado, salvo terremotos políticos de última hora. De fato, no trimestre analisado, Poilievre recebeu donativos de 36.804 simpatizantes, contra 5.523 de Lewis, 4.191 de Charest, 4.171 de Baber, 1.358 de Brown e 1.081 de Aitchison.

Para nos contar mais uma parte dessa história é a divisão por provincias de donativos para candidatos à liderança do Partido Conservador.

Pierre Poilievre recolheu o maior número de donativos em todas as províncias e territórios do Canadá, com exceção de Nunavut, onde foi ultrapassado por Lewis.

Charest em muitas regiões do país foi superado pela própria Lewis – que se confirma como a candidata mais capaz de dialogar com o componente social da direita – enquanto que no Quebec não passou de 33% contra 58% de Poilievre.

No Ontário, o ex-ministro das Finanças ainda lidera o ranking, seguido por um surpreendente Baber com 14%.

Quanto às datas a anotar no caderno, importa recordar que os membros do partido terão até ao próximo dia 6 de setembro para manifestar a sua preferência. Em 10 de setembro, o novo líder do Partido Conservador será anunciado na convenção de Ottawa.

(artigo Francesco Veronesi, traducao Carlos Lima)

Leave a Reply


cnmng.ca ***This project is made possible in part thanks to the financial support of Canadian Heritage;
and Corriere.ca

“The content of this project represents the opinions of the authors and does not necessarily represent the policies or the views of the Department of Heritage or of the Government of Canada”